14 julho 2020

Brincadeiras com bexiga

Olá. Na postagem de ontem a Profª Claudia Labate mostrou para a gente que com um pedaço de elástico é possível brincar e se divertir, sem deixar nosso corpo parado, não é mesmo! E hoje, lançando mão de outras materialidades que você tem aí na sua casa, vamos continuar brincando, aprendendo e nos divertindo. E a brincadeira é...raquete com bexiga.



A brincadeira com bexigas deve sempre ser realizada com a supervisão de um adulto, haja vista que se não utilizada de maneira adequada pode oferecer risco à saúde. Por isso para brincar com segurança:

  • Guarde sempre as bexigas fora do alcance das crianças;
  • Supervisione atentamente a criança durante toda a brincadeira (o cuidado e atenção devem ser redobrados caso haja bebês em casa);
  • Não permita que crianças coloquem a bexiga na boca 
  • Tenha muito cuidado com os pedaços de bexigas estouradas, pois podem ser ingeridos pelas crianças e ocasionar sérias consequências;
  • Após o uso, esvazie as bexigas e descarte-as em local seguro, juntamente com eventuais pedaços;

Ufa! agora que já sabemos como brincar de maneira segura, anote aí a lista de materiais:


Você vai precisar de:
2 pratos ou bandejas de isopor ou papelão
2 palitos de sorvete ou churrasco
1 bexiga (ou mais caso estoure durante a brincadeira)
Elementos para decorar (cola, tintas ou canetinhas coloridas, figuras diversas)

Mais importante do que buscar uma única maneira de arremessar uma bola ou brincar com bexigas, por exemplo, é estimular a criança a resolver estes desafios, viver essa experiência, de diferentes maneiras, de diferentes distâncias, com diferentes partes do corpo, imprimindo diferentes intensidades (força), em diferentes lugares, com diferentes tipos de bola ou com bexigas mais ou menos cheias. Essas possibilidades colaboram para a construção de um repertório motor que permite à criança escolher as respostas para os diferentes desafios encontrando soluções alternativas e criativas para os mesmos desafios. Ressaltando, assim, o brincar como um grande laboratório para as crianças.Assim como vimos discutindo ao longo de nossas postagens, as crianças precisam brincar e interagir (com outras crianças, com os adultos, com o mundo e sua materialidade, cultura) para aprender. Na proposta de hoje além de confeccionar seu próprio brinquedo (raquete), as crianças poderão exercitar-se, experimentar diferentes gestos e movimentos e o mais importante...não deixar o corpo parado.

Os benefícios das propostas que envolvem o corpo, o gesto e o movimento são muitos, quero aqui destacar alguns:
1. Estimulam o crescimento e desenvolvimento integral das crianças
2. Melhoram a postura corporal
3. Trabalham o equilíbrio
4. Fortalecem os ossos, os músculos e as articulações
5. Ampliam o domínio e a consciência corporal
6. Elevam a autoestima
7. Favorecem a socialização e a interação
8. Promovem a saúde
9. Minimizam a obesidade
10. Liberam emoções como alegria e entusiasmo
11. Minimizam doenças relacionadas ao sedentarismo
12. Possibilitam a livre expressão, garantindo a autoria das crianças




Para além dessa brincadeira, raquete com bexiga, há muitas e muitas outras possibilidades de brincar com esse material tão versátil e colorido que as crianças gostam tanto. O portal TempoJunto lista 10 brincadeiras que podem ser propostas às crianças lançando mão de bexigas. Em todas, as crianças são convidadas a confeccionar seu brinquedo e lançar mão de elementos do cotidiano, como lençol ou cadeira, por exemplo para expressar-se, movimentar o corpo e aprender brincando.





Na página 36 do documento Trilhas de Aprendizagem (que vai chegar nas casas de vocês), vocês podem conferir uma outra possibilidade de fazer uma raquete usando um cabide e bexiga. Não deixe de conferir! 


Desafio #1: O diário de Mika, brincando com balões


Vamos assistir ao episódio em que Mika brinca com balões(bexigas). Ela vai nos mostrar dois tipos de balões, um que fica para o alto e outro que não. Você sabe porque isso acontece? Se não souber pode fazer uma pesquisa, perguntar para um adulto aí na sua casa e depois contar pra gente. Ah! Você também pode fazer como a Mika: que tal criar personagens com bexiga, desenhar e colar, será muito divertido. Agora é só apertar o play.


Assim como todas as nossas propostas aqui no blog, os desafios não são de caráter obrigatório e nem precisam ser realizados em um mesmo dia, são sugestões para dar continuidade a temática abordada, para diversificar a rotina, mantermos a nossa conexão com a escola e que podem ser complementadas de acordo com suas necessidades!

Não se esqueça de fazer filmagens, tirar fotografias e enviar via WhatsApp! Vocês podem também nos encontrar no Google Classroom (para aprender a acessar, clique aqui)! Convidamos todas e todos a preencher o nosso questionário: ele nos dará pistas para descobrir como poderemos auxiliá-los neste momento tão complicado!


Roteiro, seleção de materiais, texto e edição do vídeo: Daniela Maia
Vinheta: Fernanda Fusco
Efeitos sonoros: FreeSound.org
Trilha sonora: Daily Beetle (Kevin MacLeod - Incompetech)

3 comentários:

https://1.bp.blogspot.com/-6XvqrgRUtmE/XpAnsq0hy8I/AAAAAAAAOMM/XQaf2shwZRQ_UjLVPe3AFHYV0yisWRzRACLcBGAsYHQ/s1600/footer2.png