01 julho 2020

Identidade: Valorizando nossas origens

Essa semana nosso blog está trabalhando com a Cultura Brasileira, resgatado as diferentes curiosidades que temos em nosso país em suas diversas regiões. É uma maneira de enaltecer e valorizar a riqueza cultural existente por aqui. Em nossa publicação de hoje, vamos resgatar as nossas origens, raízes e tradições, trazendo um pouco das vivências dos nossos familiares. A ideia é enriquecer o repertório, valorizando nossa identidade e compartilhando assim um pouco da nossa história. As professoras Carla Bregola e Fernanda Fusco, contando com as participações de Arline Midori, Tatiane Cristina e outras pessoas muito especiais, vão apresentar um pouco das origens de seus familiares, convidando vocês a viajar neste rico enredo cultural!


Oferecer um pouco deste repertório como crenças, danças e músicas, mitos e lendas, culinárias, vestimentas, brincadeiras, comidas típicas e formas de comunidade é uma maneira de estreitar os saberes sobre nossa história, valorizar a diversidade e promover o respeito a diferentes culturas e modos de ser. Propomos então que, de acordo com as suas possibilidades, comecem esse resgate de vivências e outras informações! Vamos começar?


Desafio #1: Música Eu, do Palavra Cantada


Para iniciar esse exercício de resgate das origens, que tal começarmos ouvindo à música Eu, do grupo Palavra Cantada? Após analisarem a letra da música, comparem com a realidade da família de vocês: O que têm em comum com as personagens? O que é diferente? De que região do Brasil ou outros países seus familiares vieram ou moram? Comparem também com as informações trazidas no vídeo com as professoras!

É importante lembrar que, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o tempo de tela para crianças de 4 a 5 anos (seja de celulares, computadores ou televisores) deve ser de, aproximadamente, 60 minutos ao dia!

Desafio #2: Fazendo pesquisas e realizando descobertas


Que tal vocês também resgatarem essas preciosas memórias também? Saber de onde viemos nos aguça o senso de pertencimento, nos direcionando a caminhar na construção de nossa identidade como personagens que deixam marcas na história. Como as professoras sugerem no vídeo, vocês podem utilizar diferentes recursos e estratégias para realizar suas pesquisas: liguem para algum familiar distante, realizem entrevistas com pessoas de outras regiões, façam buscas pela internet, analisem fotos antigas (como sugere a professora Luciana Velasco nesta publicação), realizem leituras de mapas, ouçam histórias e lendas, procurem por artistas locais... Durante esse processo, seria muito interessante se conseguissem registrar as descobertas, seja por meio de vídeos, áudios, fotos ou até escrevendo no diário que a professora Daniela Maia ensinou a confeccionar!


Desafio #3: Culinária regional e receitas de família

Na publicação de ontem, a professora Arline Midori nos ensinou a fazer um delicioso bolo de milho, que é a receita de sua família! Qual a receita da sua? Você pode também pesquisar e tentar fazer em casa! A professora Carla conta que, desde quando era pequena, sua avó fazia um delicioso bolo de fubá cremoso. Confira a receita:


Lembram que a professora Carla contou que, lá em Pernambuco, uma das comidas típicas é o cuscuz? Essa também é uma receita da família materna da professora Fernanda, que mora lá na Bahia!

Cuscuz com leite de coco  
Ingredientes
  • 200 g de farinha de milho em flocos pré-cozido;
  • 1 colher (sopa) de açúcar;
  • Meio vidro de leite de coco (100ml).
Preparo: Em um recipiente, junte a farinha de milho e o açúcar e reserve. Em outro recipiente, misture meia xícara (chá) de água e o leite de coco e regue aos poucos, a farinha reservada, formando uma farofa bem úmida. Deixe descansar por 5 minutos. Em uma cuscuzeira, coloque 2 xicaras (chá) de água na da base e distribua a massa sem apertar, deixando bem soltinho. Tampe e leve ao fogo médio, e cozinhe por cerca de 15 minutos. Sirva a seguir.

Em relação às comidas típicas, dá para levar as crianças a conhecerem suas peculiaridades nos diferentes Estados, valorizando e demonstrando atitudes que respeitem cada cultura e possibilitando a compreensão da história e seu valor dentro do contexto local.

São inúmeras as atividades que são desenvolvidas nas várias regiões do nosso país: músicas, danças, festas típicas, artesanatos, costumes. Também é possível conhecer as diversas brincadeiras, como corrida do saco, dança da cadeira, dança da laranja, cirandas, estoura balão, argola, corrida do ovo. Usem a imaginação e o céu é o limite! E não deixem de fazer seu comentário no nosso blog, tirem fotos e filmem! Registrem este momento! Vocês podem também nos encontrar no Google Classroom (para aprender a acessar, clique aqui)! Convidamos todas e todos a preencher o nosso questionário: ele nos dará pistas para descobrir como poderemos auxiliá-los neste momento tão complicado!

Roteiro, seleção de materiais, fotos e texto: Carla Bregola e Fernanda Fusco
Participação: Arline Midori, Carla Bregola, Fernanda Fusco, Graça Braga, Rafael Durante, Tatiane Cristina e Thanos
Colaboração: José Santos, Lucélia de Lima, Maria dos Santos e Olivio Fusco
Edição do vídeo e vinheta: Fernanda Fusco
Efeitos sonoros: FreeSound.org
Trilha sonora: Daily Beetle (Kevin MacLeod - Incompetech)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

https://1.bp.blogspot.com/-6XvqrgRUtmE/XpAnsq0hy8I/AAAAAAAAOMM/XQaf2shwZRQ_UjLVPe3AFHYV0yisWRzRACLcBGAsYHQ/s1600/footer2.png