24 agosto 2020

MÚSICAS INDÍGENAS

A música pode ser entendida pelo prazer que ela provoca, mas também como outra forma de linguagem, de entender e transmitir mensagens sobre o mundo em que vivemos. Ela é uma fonte importante de conhecimento para as pessoas que a produzem. 



Quando pensamos nas músicas indígenas, é importante que nós tenhamos consciência dos contextos em que essa música acontece, além de buscar compreender outros saberes no qual a música está inserida. Entender também a unidade na diversidade, isto é, alguns aspectos comuns que unem as diferentes músicas tradicionais dos povos indígenas, como a funcionalidade, a oralidade, a inter-relação entre os saberes. A música está presente e interligada com os mitos, os rituais, as danças, as artes visuais, as ações do cotidiano. A música para os povos originários têm uma conotação espiritual, um elo com a essência deles, com a ancestralidade. Toda canção indígena tem um significado.



Da mesma maneira que nós, os povos indígenas também gostam de ouvir e de fazer música. Mas ela pode ser muito diferente daquela que estamos habituados a ouvir. Isso porque os instrumentos, os cantos e até a própria concepção do que é música pode variar muito entre os diferentes povos indígenas. A música indígena é transmitida dos mais velhos para as crianças de forma oral. Ela pode estar ligada a momentos especiais, como festas, rituais, narrativas míticas e também ao dia a dia da aldeia. Os povos também cantam para brincar, caçar, pescar e construir suas moradias. Os cantos e sons indígenas têm o poder de mexer com as pessoas, transmitindo emoções, sentimentos e ideias. Os indígenas tocam seus instrumentos com diferentes técnicas, algumas delas muito difíceis de serem reproduzidas por não indígenas. O Brasil tem uma pluralidade imensa de povos, com diversos modos de vida, tradições, costumes, mitos, e, musicalidade.

"Conhecer as diversas expressões vocais indígenas é se dar conta que existe um saber e um fazer musical que possui estéticas próprias. A música, no mundo indígena, é um ‘processo de construção de mundos... é um sistema simbólico capaz de criar diversas linguagens." (LAGROU, 2010)


Instrumentos musicais

instrumentos musicais | Instrumentos musicais, Instrumentos, Musica
Os instrumentos musicais possuem grande importância no contexto sociocultural de todos os grupos indígenas do Brasil. Eles estão presentes na grande maioria dos rituais e se relacionam com diferentes mitos indígenas. A denominação dos instrumentos é tarefa muito complexa já que o nome deles segue critérios  particulares de cada grupo, com termos e categorias nativas que diferem da nossa classificação  ocidental. Os nomes dos instrumentos normalmente são relacionados aos seus rituais. Para ouvir alguns exemplos de flautas apito e da flauta nasal, assista o indígena Pataxó reproduzindo o som dos pássaros com esses instrumentos tradicionais. 


Os Guarani Mbya usam as flautas mimby pu, uma flauta de pã feita da taquarinha do mato e são tocadas pelas mulheres. Ouça essa flauta e conheça a construção dessa e de outras flautas Guarani da Aldeia Tres Palmeiras, em Aracruz (ES).mPara aprender a fazer um maracá, veja as orientações nas propostas didáticas do site Cantos da Floresta, clicando aqui.

Circularidade

Outro aspecto musical presente em boa parte das músicas indígenas é a circularidade. A circularidade, muitas vezes, está relacionada à repetição de elementos musicais que, para um ouvinte não indígena, pode gerar a sensação de monotonia, mas essa repetição apresenta pequenas variações que para um ouvido menos acostumado, passa despercebida. Grande parte das músicas que estamos acostumados a ouvir, pelos meios de comunicação principalmente, apresentam melodias que seguem a lógica tonal de um discurso sonoro que tem tensão e relaxamento e uma forma com começo, meio e fim. A maioria das melodias indígenas são articuladas de outra forma, não seguindo este padrão, e,

“talvez possa ser comparada a um rio que flui naturalmente, segue um fluxo orgânico, e não revela partes estanques, mas isso não quer dizer que ela não tenha estrutura e variações.” (Almeida; Pucci, 2017). 

Oralidade

Outro aspecto importante na questão estético-sonoro indígena é o papel da oralidade e da voz de seus povos na transmissão das tradições dos diversos povos indígenas não só do Brasil, mas no mundo. A oralidade ainda é muito relevante e presente em todos os povos originários do Brasil e para a música é uma poderosa forma de transmissão das músicas que fazem parte dos ritos do cotidiano, nos rituais e nas narrações míticas. Damos o nome de arte oral a essas expressões vocais que são muito importantes para o mundo indígena.


Para ouvir os cantos do Nixi Pãe dos Huni Kuin indicamos o vídeo POVO HUNI KUIN (Híbridos, the Spirits of Brazil). Já para ouvir e entender o sentido da música Mbyá Guarani, sugerimos assistir a esse vídeo - Gema Episódio 1 - Aldeia Mbya Guarani Tekoa Guaviraty Porã. 

Muitos saberes indígenas estão registrados na memória de pajés, cantores e narradores que recontam os mitos constantemente, garantindo que se perpetuem por muito tempo. Esses relatos – em forma de poema, canção ou conto – fazem parte do cotidiano e dos rituais nas aldeias. Seu valor é inestimável, pois não apenas recuperam parte da história oral brasileira como nos revelam a alma indígena, tão desprezada pelos colonizadores. Portanto, lançar luz sobre a tradição oral é fundamental. (Almeida; Pucci, 2017).

Como um exemplo dessa relação entre mito e música, ouça as cantigas dos Bichos de Palop dos Paiter Surui, no site Cantos da Floresta. Wakoyah Perewabe – Cantiga do mutum, Wakĩ Perewabe – Cantiga da cotia, Wasa Perewabe – Cantiga da anta, Meko Perewabe – Cantiga da onça.

E por falar em música, deixamos por aqui algumas sugestões dos mais diversos povos indígenas cantando e expressando-se por meio dos mais diversos ritmos, clique o ouça:

Os cânticos, as músicas e canções dos povos indígenas encantam...tocam nossos corações, contam histórias. É muito importante que as crianças possam aproximar-se desse conhecimento desde muito cedo, ampliando assim seu repertório e seus saberes acerca dos povos originários do Brasil. Clique em cada link acima e aprenda mais e mais sobre a cultura musical, os rituais, os cantos de agradecimento, e a forma como a música compõe a cultura e o modo de ser dos povos indígenas. 

Assim como todas as nossas propostas aqui no blog, os desafios não são de caráter obrigatório e nem precisam ser realizados em um mesmo dia, são sugestões para dar continuidade a temática abordada, para diversificar a rotina, mantermos a nossa conexão com a escola e que podem ser complementadas de acordo com suas necessidades!

Não se esqueça de fazer filmagens, tirar fotografias e enviar via WhatsApp! Vocês podem também nos encontrar no Google Classroom (para aprender a acessar, clique aqui)! Convidamos todas e todos a preencher o nosso questionário: ele nos dará pistas para descobrir como poderemos auxiliá-los neste momento tão complicado!

Roteiro, texto, seleção de materiais: Carla Bregola
Edição de gif: Daniela Maia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

https://1.bp.blogspot.com/-6XvqrgRUtmE/XpAnsq0hy8I/AAAAAAAAOMM/XQaf2shwZRQ_UjLVPe3AFHYV0yisWRzRACLcBGAsYHQ/s1600/footer2.png