14 agosto 2020

Série: Uma imagem...muitas histórias

Olá! Hoje é sexta-feira, dia de mais um episódio da nossa Série: Uma imagem...muitas histórias. Que bom poder encontrar vocês por aqui, na nossa "casa". E por falar em casa, hoje vamos conhecer um pouquinho das casas de nossos(as) pequenos(as) e suas famílias, esse lugar de afeto, esse lugar para onde voltamos depois um dia inteirinho de trabalho ou quando saímos da escola. A casa é mais, muito mais que paredes, janelas e portas, é verdadeiramente, o lugar do amor, do abrigo, do aconchego. Nossas crianças e seus familiares mostram pra gente, por meio de registros fotográficos e desenhos, como é seu cantinho, sua casa, seu lugar! Sabe, muitas vezes é possível ouvir as crianças numa conversa mais ou menos assim: " Vou pedir para minha mãe (ou pai) deixar você ir brincar lá na minha casa." "Ah! Eu quero, vou pedir para meu pai (ou mãe) me levar lá!" E hoje poderemos visitar a casa uns dos outros, mesmo sem sair de nossas casas... está preparado(a)? Vamos começar esse passeio:

Cada um tem sua casa, cada casa tem seu jeitinho e isso não a torna melhor que outra, mas sim diferente. Uns moram em casa, outros em apartamento, uns moram na cidade, outros moram na floresta, algumas casas são bem grandes (para muita gente), outras bem menores, algumas são de alvenaria, outras de madeira, umas são lá em cima da árvore, outras são debaixo da terra (como a casa do tatu), umas são de palha outras são de gelo, tem até quem carregue a casa nas costas! Mas o que de verdade importa são as relações de respeito, cuidado e harmonia que acontecem em seu interior e a forma com que cada povo, cada família se organiza em suas casas.

Proponha às crianças que façam pesquisas dos mais diferentes tipos de moradia possíveis, nesse mundo tão grande que nos cerca. Convide as crianças a observar os mais diversos tipos de casas da sua rua, do seu bairro, caso precise sair com as crianças para ir ao supermercado ou a casa de familiares, por exemplo. Convide-as a observar a arquitetura (das casas, prédios, igrejas, museus, etc). Mostre como o passar do tempo interfere, também, no modo como as casas e prédios foram sendo estruturados ao longo do tempo. Provoque as crianças a pensar sobre isso. Faça perguntas, como: Quem morou aqui antes? Nosso bairro sempre foi assim? Ah! E se você sabe de alguma história interessante de como a cidade ou bairro foi sendo ocupado, conte para as crianças. O mais importante aqui é provocar o olhar, instigar a pesquisa, contar histórias.

É muito importante que as crianças possam reconhecer a diversidade, ampliar seu repertório e, assim, quando forem desenhar (registrar) saberão que uma casa, por exemplo, não é apenas aquela feita "geometricamente" com um triângulo sobre um quadrado, com retângulos que representam portas e janelas, com árvores ao redor. Essa construção é muito "genérica", e por vezes não representa sua realidade de fato. Nesse sentido é muito importante apresentar às crianças uma gama de possibilidades, para que possam assim, construir e ampliar, além de seu repertório, seus saberes sobre o mundo.

Desafio#1 Vamos brincar de rimar

O poeta e escritor Elias José faz das palavras brinquedo. No seu poema  "A casa e o seu dono" temos que descobrir de quem são as casas. Uma dica importante é prestar a atenção nas rimas e assim logo saberá quem são os donos das casas! Ah! Depois você pode inventar uma rima com seu seu nome, que tal! Boa brincadeira:

Desafio#2 Você tem boa memória?

Agora vamos exercitar a memória para brincar com Bia Bedran no conto cumulativo intitulado "A casa que Pedro fez". Tenho certeza que você já brincou com outros contos cumulativos, como "A velha a fiar" ou "Cadê o toucinho que estava aqui". Vamos brincar:

     

Assim como todas as nossas propostas aqui no blog, os desafios não são de caráter obrigatório e nem precisam ser realizados em um mesmo dia, são sugestões para dar continuidade a temática abordada, para diversificar a rotina, mantermos a nossa conexão com a escola e que podem ser complementadas de acordo com suas necessidades!

Não se esqueça de fazer filmagens, tirar fotografias e enviar via WhatsApp! Vocês podem também nos encontrar no Google Classroom (para aprender a acessar, clique aqui)! Convidamos todas e todos a preencher o nosso questionário: ele nos dará pistas para descobrir como poderemos auxiliá-los neste momento tão complicado!

Roteiro, texto, seleção de materiais e gif: Daniela Maia 
Criação e edição de vídeo: Catarine Montanari 
Vinheta: Fernanda Fusco
Efeitos sonoros: FreeSound.org
Trilha sonora: Daily Beetle (Kevin MacLeod - Incompetech)


Um comentário:

https://1.bp.blogspot.com/-6XvqrgRUtmE/XpAnsq0hy8I/AAAAAAAAOMM/XQaf2shwZRQ_UjLVPe3AFHYV0yisWRzRACLcBGAsYHQ/s1600/footer2.png