10 novembro 2020

AS ESCOLAS NO JAPÃO

Olá pessoal tudo bem? Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre como são as escolas no Japão! Vamos embarcar nessa viagem junto com a professora Arline Midori? Apertem seus cintos que o avião já vai decolar! E hoje quem vai nos ajudar a entender melhor isso, será meu primo! Sim o primo da professora Arline mora no Japão! Ele se chama Samuel e é professor, mora em uma cidade chamada Toyohashi. Vamos saber um pouco mais sobre as escolas do Japão.


Os alunos dessa escola, fazem passeios para escolas japonesas e assim trocam “lembrancinhas”, como presentes ou comidas; organizam apresentações com música e ensinam a jogar capoeira. Eles estudam através de uma apostila e assim acompanham nosso calendário brasileiro, trabalhando as datas comemorativas do Brasil. 
Já nas escolas japonesas eles estudam da manhã, almoçam na escola e após isso eles ficam na escola no “clube”. Todo aluno deve se inscrever e participar de pelo menos uma ou duas atividades extracurriculares dentro da escola relacionados a cultura, arte ou esportes. Como exemplos podemos citar aulas de shodo (caligrafia japonesa), culinária, mangá e clubes de esporte como futebol, kendô, Basebol, Judô, Tênis, Natação, Voleibol, etc. 
Algumas aulas de artes oferecidas pelas escolas japonesas são pintura, fotografia, teatro, cinema, dança, literatura, assim como artes tradicionais japonesas tais como cerimônia do chá, origami, quimono, Ikebana (arranjo floral), música, entre muitas outras. 
Os membros dos clubes se reúnem geralmente depois do horário escolar e estes momentos são importantes para a socialização entre eles, assim como para fortalecer o espírito de união e liderança. Além disso, é dentro desses clubes que se estabelece a relação Senpai/Kohai onde os mais velhos (Senpai) se encarregam de auxiliar os mais novos (Kohai). Quase todas as escolas prezam por algum senso de pontualidade. Mas a pontualidade no Japão é um ponto de extrema importância no país. Por exemplo, os alunos tem que estar na escola antes das aulas começarem, geralmente às 8h30 em ponto. 
A responsabilidade e a independência faz parte da vida dos japoneses desde cedo. Assim que saem do jardim de infância (Youchien), as crianças vão para a escola desacompanhadas dos pais. Elas vão em pequenos grupos, mas com a supervisão de um adulto (geralmente os pais se revezam na tarefa), que as orientam. 

Para os japoneses, incentivar a independência das crianças ainda que tão pequenos é muito importante. Por este motivo nas escolas, as crianças tem muitas atividades com esse objetivo tais como culinária, costura, cuidar de hortas, tarefas domésticas. 

A relação entre professor e aluno é bem respeitosa. Entre os japoneses, as salas de aulas são silenciosas, onde o professor se torna o centro das atenções. Quando se trata de cultura japonesa, uma saudação adequada é essencialmente a parte mais importante de qualquer interação humana. E isso também pode ser observado no âmbito escolar. Por exemplo, quando as crianças chegam à escola e entram na sala de aula, elas seguem a mesma rotina todos os dias: cumprimentar o professor adequadamente. Uma vez que o professor entra na sala, todos os alunos se levantam e cumprimentam o professor em uníssono, e depois se curvam juntos. Também é comum fazerem isso no final de cada aula. Não é a toa que a hierarquia é tão importante na sociedade japonesa, prevalecendo o respeito pelos mais velhos ou pessoas que ocupam um status superior. 
Em suas refeições os alunos servem outros em um sistema que se chama “rodizio”. Os próprios alunos são coordenados para servirem a merenda aos colegas, assim como recolher tudo e fazer toda a limpeza após terminarem a refeição. A limpeza das salas é feita pelos alunos. Esse é um ponto positivo para as escolas japonesas pois a preocupação vai além de apenas ensinar os alunos dentro de uma sala de aula. Elas também os preparam para a vida real, ensinando-os desde cedo o senso de responsabilidade e a contribuir para a sociedade. O objetivo é reforçar o senso de coletividade e fazer da hora do lanche um momento de confraternização e interação social. Os estudantes aprendem sobre a importância do alimento e desperdício não é permitido, portanto são obrigados a comer tudo em seus pratos! 
Agora que tal organizar e servir as pessoas que fazem a refeição com vocês, seja no almoço ou no jantar, tirem fotos ou filmem, queremos ver  esse momento tão importante!

Desafio#1 Desenho japonês

Vamos assistir um desenho japonês, que as crianças japonesas gostam muito de assistir?


Assim como todas as nossas propostas aqui no blog, os desafios não são de caráter obrigatório e nem precisam ser realizados em um mesmo dia, são sugestões para dar continuidade a temática abordada, para diversificar a rotina, mantermos a nossa conexão com a escola e que podem ser complementadas de acordo com suas necessidades!


Não se esqueça de fazer filmagens, tirar fotografias e enviar via WhatsApp! Vocês podem também nos encontrar no Google Classroom (para aprender a acessar, clique aqui)! Todas essas ações irão reforçar o que foi aprendido e desfrutado, além de servirem como recordação para toda a vida!

Roteiro, texto, seleção de materiais: Arline Midori
Edição de vídeo e vinheta: Fernanda Fusco
Efeitos sonoros: FreeSound.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário

https://1.bp.blogspot.com/-6XvqrgRUtmE/XpAnsq0hy8I/AAAAAAAAOMM/XQaf2shwZRQ_UjLVPe3AFHYV0yisWRzRACLcBGAsYHQ/s1600/footer2.png