03 agosto 2020

Vamos brincar: Peteca

Olá. Hoje vamos conversar sobre um jogo, um brinquedo (brincadeira) que faz parte da cultura brincante do nosso país, a PETECA. Os registros históricos apontam que a peteca foi criada pelos povos indígenas que viviam em terras, onde hoje conhecemos como Minas Gerais. Em Tupi, a palavra peteca significa "bater com a mão". Os indígenas faziam suas petecas lançando mão dos elementos da natureza, como pedaços de madeira, palha e penas de aves. Brincavam com a peteca para sua recreação e ainda para se aquecer nos dias de inverno, haja vista que jogar peteca aquecia seus corpos e espantava o frio. Depois de conhecer um pouco sobre a história da peteca, que tal confeccionar uma peteca também! Então vamos lá, aprender o passo-a-passo dessa brincadeira pra lá de divertida.


Você vai precisar:
1 sacola plástica
Algumas folhas de jornal ou revista
1 tesoura sem ponta
Tintas coloridas e pincel caso queiram decorar
Agora é com você:
Corte a sacola, tirando as alças (reserve), o fundo e uma lateral. Amasse as folhas de maneira a moldar a base da peteca. Envolva a base de papel no plástico e com uma das alças amarre bem apertado. Prontinho! Sua peteca está pronta para começar a jogar. 


A peteca fez e, ainda hoje faz, parte da infância brasileira. De borracha, com penas, com tecidos, com folhas de jornal ou revista, o fato é que brincar de peteca marcou nossa infância. Em geral, apresentada às crianças pelas avós ou avôs e também na escola, a peteca é mais um brinquedo, uma brincadeira que atravessa o tempo. E isso fortalece nossa cultura. E por falar em cultura é fundamental que as crianças possam conhecer a origem dos brinquedos, seus inventores e assim se aproximar da história do nosso povo, aprendendo a respeitar e ampliar seu repertório acerca do mundo ao seu redor. No caso dos povos indígenas, é imprescindível, que as crianças possam ampliar seus saberes sobre seus costumes e tradições, o que fazem, como se organizam, suas lutas, rituais e criações e especialmente como isso tudo influencia, ou melhor faz parte de nosso cotidiano até os dias de hoje, mesmo sem por vezes sabermos. Conhecer a história para construir a própria história!
Fonte: http://artistasdobrasil.com/2018/09/11/ivan-cruz-peteca-i/

E por falar em história, em peteca e em brincadeira...o artista plástico Ivan Cruz une tudo isso em suas obras. Decidido a registrar as brincadeiras que fizeram parte da sua infância (e da infância de tantos de nós) suas obras retratam o cotidiano brincante das crianças, com brinquedos que, como a peteca, atravessaram o tempo. Na obra Peteca 1, com cores vibrantes e rua com chão de terra, a relevância do brincar é representada com beleza e simplicidade. Para saber mais e mais sobre as obras e a vida desse artista plástico brasileiro, clique aqui

Acho que eu tive uma ideia, que tal registrar (desenhar) o seu momento brincando de peteca? Eu penso que esse desenho pode, também, ir direto para sua cápsula do tempo ou para o seu diário. para te ajudar a lembrar do dia em que você, inspirada(o) numa brincadeira criada pelos povos indígenas, confeccionou seu próprio brinquedo e depois brincou de montão!   

“A criança que não brinca não é feliz, ao adulto que quando criança não brincou, falta-lhe um pedaço no coração”. Ivan Cruz


Desafio #1: Leitura: rima e adivinha

O livro, Folclorices de brincar, de Mércia Maria Leitão e Neide Duarte, ilustrado por Ivan Cruz, traz a poética da arte traduzida em palavras, com poemas para brincar, com rimas e adivinhas. Um livro para lá de sensível e brincante que une texto e imagem na valorização da nossa história, da nossa cultura. Vamos ler e brincar com as palavras, brincar com rimas e adivinha, agora é com você:

Adivinhe, se puder!
Voa, tem pena,
Mas pássaro não é...

Esse brinquedo
Não tem segredo.
Alegre e sapeca,
É a colorida peteca

Quem joga?
Quem pega?
Quem vai conseguir?

A mão espalmada,
O toque ligeiro,
Recebe e devolve
Num gesto certeiro

Quem joga?
Quem pega?
Quem vai conseguir?

Esperto e atento,
Espere ela vir,
Não pode deixar
A peteca cair!

Mércia Maria Leitão e Neide Duarte

Desafio #2: Equilibrar a peteca, você consegue?

A educadora musical Margareth Darezzo propõe uma brincadeira de equilíbrio com a peteca. A música está na nossa playlist, se chama Peteca e tem a linda participação de Dominguinhos. Não deixe a peteca cair! Aperte o play e boa brincadeira.


 
Assim como todas as nossas propostas aqui no blog, os desafios não são de caráter obrigatório e nem precisam ser realizados em um mesmo dia, são sugestões para dar continuidade a temática abordada, para diversificar a rotina, mantermos a nossa conexão com a escola e que podem ser complementadas de acordo com suas necessidades!

Não se esqueça de fazer filmagens, tirar fotografias e enviar via WhatsApp! Vocês podem também nos encontrar no Google Classroom (para aprender a acessar, clique aqui)! Convidamos todas e todos a preencher o nosso questionário: ele nos dará pistas para descobrir como poderemos auxiliá-los neste momento tão complicado!

Roteiro, texto, seleção de materiais e edição de vídeo: Daniela Maia  
Vinheta: Fernanda Fusco
Efeitos sonoros: FreeSound.org
Trilha sonora: Daily Beetle (Kevin MacLeod - Incompetech)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

https://1.bp.blogspot.com/-6XvqrgRUtmE/XpAnsq0hy8I/AAAAAAAAOMM/XQaf2shwZRQ_UjLVPe3AFHYV0yisWRzRACLcBGAsYHQ/s1600/footer2.png