18 novembro 2020

Oh! Minas Gerais, um estado mais que acolhedor

Uai sô, vamos ter um dedinho de prosa? Olá crianças, olá famílias acho que vocês já sabem onde nosso avião vai pousar hoje não é mesmo. Acertou quem disse que vamos debruçar nossos olhos e todos os nossos sentidos no belíssimo estado de Minas Gerais. Vamos juntos(as) com a professora Daniela Maia descobrir algumas curiosidades e brincadeiras mineiras, algumas expressões e "causos" que nasceram por lá, alguns mineiros(as) que com suas invenções mudaram nosso cotidiano pra sempre e claro...não podíamos falar em Minas Gerais sem ressaltar sua culinária, tão característica e tão marcante. Uau! Quantas coisas vamos descobrir hoje não é mesmo, vamos juntos(as) que nossa viagem só está começando.


Minas Gerais, tem sua capital Belo Horizonte, é um dos estados da região sudeste, e é o segundo mais populoso do Brasil, perdendo apenas para a cidade de São Paulo. As paisagens naturais encantam por sua beleza e magnitude. Com montanhas e quedas d'água as cidades de Minas Gerais recebem muitos visitantes, que sempre voltam para conhecer outros lugares. As belezas históricas e culturais também são características dessa região do país. Os museus, as catedrais e mosteiros, as trilhas(caminhos) históricas são destaques. 




Em Brumadinho, fica o maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo. O Instituto Inhotim, conta com uma área de 140 hectares de visitação composta por floresta e jardim botânico, com uma coleção de arte internacionalmente reconhecida. Inhotim desenvolveu uma intensiva linha de trabalho que visa a preservação da vegetação e o desenvolvimento da pesquisa botânica, buscando novas formas de preservar a biodiversidade da região e do Brasil, um espaço incrível que une arte e natureza. Se você ficou com vontade de conhecer esse lugar incrível, faça um tour virtual e encante-se! 
Quando o assunto é o jeito de falar, os mineiros carregam consigo uma maneira muito singular de expressar-se, muitas vezes é possível reconhecer um mineiro(a), apenas o ouvindo falar.   
 
"Oh! Trem bom". Essas e muitas outras expressões caracterizam demais essa região do país. Vejam mais algumas delas: 

Cadin – um pouco
Dimais da conta – além do esperado
Disgrama – desgraça, desaforo
É mió – é melhor
Logo ali – lugar distante
Moço – qualquer pessoa
Né nada – questionamento negativo
Panhá – pegar
Pra mode – com a finalidade de
Qui nem – igual
Uai – espanto, admiração, interrogação
Varado di fome – com muita fome  


É impossível falar de Minas Gerais sem pensar, imediatamente, nas gostosuras e sabores de sua culinária, que teve suas raízes no encontro de culturas dos mais diversos povos que povoaram aquela região. Em geral os ingredientes são simples, de sabor e cor marcantes, muitas vezes preparados em fogão à lenha. Outro aspecto muito relevante é o fato de que as receitas são passadas de geração para geração, recheadas de história e de afeto. Seria impossível tratar desse assunto em sua magnitude e detalhes, nesse sentido vamos deixar por aqui uma receita de um dos preparos mais conhecidos e queridos, não só dos mineiros e que pode ser encontrado em todo o Brasil, estamos falando do pão de queijo. Deixamos por aqui uma receita simples, com poucos ingredientes e o mais importante, nossas crianças poderão participar de todo o processo de preparo, modelar os pães do formato que escolherem e deliciar-se com essa delícia em família.


Já falamos das belezas históricas e culturais, das belas paisagens, das expressões e da culinária mineira, seguimos nosso roteiro pela encantadora Minas Gerais nos aproximando de algumas curiosidades. Você sabia que o "pai da aviação", o brasileiro Alberto Santos Dumont era mineiro? Sim esse mineiro revolucionou a maneira como as pessoas se locomovem, o primeiro a realizar um voo em um avião a motor, sem equipamentos de lançamento, tendo sido reconhecido pela Federação Aeronáutica Internacional. Mas o que pouca gente sabe é que esse mineiro genial criou outros utensílios muito importantes para a humanidade, como: o relógio de pulso, o chuveiro de água quente e o motor portátil. Que incrível não é mesmo, temos em nossas casas e usamos diariamente, invenções de Alberto Santos Dumont que revolucionaram a experiência da vida humana em sociedade para sempre!
Para saber mais, clique aqui.
  E por falar em revolucionário, vamos conhecer     outro   gênio mineiro, esse especialmente genial com   as   palavras e em encantar as crianças com suas   histórias,   ele é Ziraldo. Nascido em Caratinga,   Minas Gerais,   no dia 24 de outubro de 1932,   Ziraldo Alves Pinto   viveu em sua cidade natal   durante toda a sua   infância. 
Seu nome tem origem   na união de parte do   nome de sua mãe Zizinha com   parte do nome de seu   pai Geraldo, o que resultou em Ziraldo. Ele   é caricaturista , cartunista, chargista, colunista,   cronista, desenhista, dramaturgo, escritor, humorista, jornalista e pintor. Uau! Que demais. Entre suas histórias mais conhecidas está "O Menino Maluquinho". Outras histórias escritas por Ziraldo são: Bichinho da Maça, Flicts, O planeta lilás, Os dez amigos, O menino marrom e tantas outras.

Desafio#1 Com a palavra, Ziraldo

"Minha casa era a única da rua que tinha livros, meu pai enchia a casa de livros. E foi então que eu passei a conviver com livros, e segui assim a vida toda" Ele narra que também gostava muito de desenhar, e que sua mãe foi sempre muito generosa e acolhedora. "Minha mãe me dava muita colher de chá, eu podia desenhar nas paredes, no chão, em todo lugar. E ela me exibia muito, quando chegava visita em casa ela sempre chamava para ver meus desenhos

Que inspirador o relato de Ziraldo, que carrega consigo como seus pais foram incríveis, nutrindo sua imaginação com livros e histórias. E como tudo isso ia parar nas paredes e no chão de sua casa, lá em Minas Gerais. E hoje podemos dizer que essas paredes ganharam o mundo. Seus livros estão espalhados por todos os cantos e ganharam reconhecimento internacional. Como já dissemos por aqui em outras oportunidades vamos ocupar as mãos de nossas crianças com livros e sua imaginação com histórias, assim nossas crianças vão construindo seus saberes sobre os mundo, lendo, imaginando, desenhando e criando!  
O acervo de Ziraldo é bastante vasto por isso deixamos por aqui a contação de uma de suas histórias: "Dez amigos". Confira. Ah! As crianças podem desenhar os personagens em seus dedos e brincar!

 
E por falar em brincar Minas Gerais é um paraíso quando o assunto é o brincar. Vamos listar por aqui algumas das brincadeiras que ocupam as ruas, as casas, as escolas e todo lugar ocupado pelas crianças. Em geral lançando mão dos elementos da natureza, com pouca materialidade mas com muita história e inventividade as brincadeiras preenchem todo o território mineiro e acabam ganhando o Brasil inteiro. Brinquedos e brincadeiras como: bichos de legumes, bilboquê, bola de meia, perna de pau e de lata, peteca de palha de milho, telefone sem fio, corre cutia, corrida do saco, batata quente, escravo de Jô, pertencem ao imaginário e ao cotidiano das crianças de lá e de cá, afinal as brincadeiras atravessam o tempo e os territórios, o brincar não tem fronteiras, o brincar é universal.


Nossa viagem por Minas Gerais está quase acabando, mas antes disso acontecer que tal uma história. No portal Leia para uma criança é possível encontrar a história "Da Janela de Minas", uma poesia que virou livro, escrita por Nicole Rodrigues Florentino, uma menina mineira de Belo Horizonte, que quando escreveu essa história tinha apenas 12 anos. A poesia de Nicole venceu a Olimpíada de Língua Portuguesa em 2019. Muito inspirador, não é mesmo!
E você, o que vê da sua janela? Você pode desenhar ou escrever sobre tudo que vê (ah! você pode também imaginar) ao abrir de sua janela. Clique aqui e descubra quantas experiências são possíveis a partir do simples fato de abrir sua janela.

“Ser mineiro é ser religioso e conservador, é cultivar as letras e artes, é ser poeta e literato, é gostar de política e amar a liberdade, é viver nas montanhas, é ter vida interior, é ser gente” Carlos Drummond de Andrade 

Desafio#3 Playlist

Que tal ouvirmos e cantarmos algumas canções que você já conhece, de algumas cantores(as), grupos e bandas mineiros. Milton Nascimento, Skank, Jota Quest, Beto Guedes, Paula Fernandes são algumas dessas vozes mineiras
E agora que tal explorar os ritmos das músicas, a expressão corporal e brincar de estátua com algumas dessas canções. Chame toda sua família, escolha uma música e boa brincadeira pra vocês!


Agradecemos a companhia e te esperamos na próxima viagem.
 
Assim como todas as nossas propostas aqui no blog, os desafios não são de caráter obrigatório e nem precisam ser realizados em um mesmo dia, são sugestões para dar continuidade a temática abordada, para diversificar a rotina, mantermos a nossa conexão com a escola e que podem ser complementadas de acordo com suas necessidades!

Não se esqueça de fazer filmagens, tirar fotografias e enviar via WhatsApp! Vocês podem também nos encontrar no Google Classroom (para aprender a acessar, clique aqui)! Convidamos todas e todos a preencher o nosso questionário: ele nos dará pistas para descobrir como poderemos auxiliá-los neste momento tão complicado!

Roteiro, texto, seleção de materiais, edição de vídeo e gif: Daniela Maia  
Colaboração: Rozélia Soares
Vinheta: Fernanda Fusco
Efeitos sonoros: FreeSound.org
Trilha sonora: Daily Beetle (Kevin MacLeod - Incompetech)  

Um comentário:

  1. Amamos viajar por Juiz de Fora ! Amamos Minas , eu mamãe da Helena sou de Governador Valadares ! Amo a cultura Mineira ! O franguinho com quiabo e nosso prato predileto ! Aliás Minas e bom demais ! A nossa imensa gratidão !

    ResponderExcluir

https://1.bp.blogspot.com/-6XvqrgRUtmE/XpAnsq0hy8I/AAAAAAAAOMM/XQaf2shwZRQ_UjLVPe3AFHYV0yisWRzRACLcBGAsYHQ/s1600/footer2.png